Escritores Presentes na 8ª Feira Catarinense do Livro


Biografia literária
Afonso Rocha nasceu em 1946 em Portugal e vive atualmente em Florianópolis/SC. Em 2013 publicou “Olhos d’ Água” – Histórias de Um Tempo Sem Tempo (romance histórico) e em 2014 “Trovas ao Vento” (poesia), tendo participado em inúmeras antologias (poesia) e coletâneas (conto), quer em Portugal quer no Brasil.






ANTONIETA MERCÊS DA SILVA

NATURALIDADE: GOVERNADOR CELSO RAMOS /SC- 30/10/1948. (66 anos) Estado Civil: viúva

Endereço:Rua Felipe Schmidt,735, Ed.Arthur,apto 302/Centro Florianópilis/CEP:88.010.002

Telefone: (48) 91180566-antonietamerces@hotmail.com RG 379.817- CPF: 868.240.749-34

FORMAÇÃO: BACHAREL EM LETRAS PORTUGUÊS/ INSTITUIÇÃO: UFSC-2007.

TRABALHOS PUBLICADOS: 

Poesias nos Livros: "A prosa e o verso do Pescador" - Edição: 1989 /EDUFSC (VOLUMES: 1 e 2) Poesias premiadas nos Concursos da ACARPESC:1º lugar 1986: A arte de Pescador

1º lugar 1987: Exaltação. Menção Honrosa: Menina do Mar e Minha Terra. 

LIVROS: 

1. QUANDO DESPENCA O PAMPEIRO — Romance Contemplado pela Lei de Incentivo à Cultura / FCC/ SC em 2004. Editora LETRADÁGUA/ Joinville. Lançamento: 24/09/2005- Governador Celso Ramos/SC.

2. SARAGAÇO — Romance. Publicado: Editora LETRADÁGUA/ Joinville —2009. Lançamento: 17/10/2009 - Gov. Celso Ramos/SC.

3. A TARTARUGUINHA TATÁ: Literatura Infantil. Editora Pandion/Florianópolis.

Lançamento: 17/08/2011- II Feira do Livro e da Arte - Gov.Celso Ramos/SC.

4. A GALINHA POLACA: Literatura Infantil. Editora Pandion/Florianópolis.

Lançamento: 15/08/2012- III Feira do Livro e da Arte - Gov.Celso Ramos/SC.

5 MACACO MACA: Literatura Infantil. Editora Pandion/Florianópolis.

Lançamento: 29/10/2013- Biblioteca Pública do Estado= Florianópolis/SC.

6 AS AVENTURAS DO LAGARTINHO VERDE. 2014-Literatura Infantil. Editora Pandion/Florianópolis.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL: 

Professora de Ensino Fundamental / Secretaria de Educação/ SC período: 1965-1991.(Aposentada).

Membro do Conselho do NEA — Núcleo de Estudos Açorianos/UFSC/2005—2008 e NEPOM/ Núcleo de Estudos Poéticos e Musicais/UFSC(2006/2007).Diretora de Cultura /Prefeitura Municipal de Gov. Celso Ramos.(2005-2008) 2009 a 2014: aluna da Oficina Permanente de Teatro/DAC/UFSC- Direção Carmem Fossari. 

AUTORA da LETRA: (Hino Oficial do Município de Governador Celso Ramos).

ATUAÇÃO TEATRO: (2010) 1. “Era uma vez no Pântano do Gatos” peça de Marina Carr/tradução: Alinne Fernandes Direção : Carmen Fossari.( Setembro de 2010/ 3ª Semana Ousada de Artes.

2. (2011) Cenas Curtas: “O assaltante e a assaltada” e em: Juiz de Paz da Roça; Teatro UFSC.

3. (2012) “Mahagonny” Teatro UFSC e em algumas cenas curtas.

4.(2012) Participação na peça:Teatro de Bonecos: Dom Quixote de Las Dunas. DAC/UFSC

5.(2013)Cenas do cotidiano II- 03/07/2013.

6.(2014) 30 de Novembro: participação na festa do Morango em Rancho Queimado, encenando, com outros atores, um Eskete na técnica de Teatro de Rua, do Médico Oncologista Ernani São Thiago e direção: Carmen Fossari.

CINEMA- (Participação) Curtametragem: 

1.“O Boca Rica” TCC de Marivani Pizzi- TCC-UNISUL/2011(Troféu melhor atriz coadjuvante).

2. “Maria Rosa” (protagonista) produção: MilkaPlaza, direção: Julião Goulart.

3. “Por Apenas um Sorriso” TCC de Mariana Valente- UNISUL/2012-Troféu melhor atriz.

4. “Nossas Raízes, Nossa Luta”. (Participação)- Documentário de Carlos Portella Nunes/2013

5. “Pequeno Segredo”. (Figurante nesse longa-metragem/2014).

2013: Participante da Oficina de criação Literária “Boca de Leão”- Florianópolis

COMERCIAIS: VERSACE AGENCY(Figurante em dois comerciais) Cerveja Colônia e Turismo-2011 e em Comercial das Lojas Koerich : AGÊNCIA PARLER (Florianópolis- 2015).


Minibiografia: Bruna Oenning Amador nasceu em 7 de Outubro de 2002, na cidade de Joinville onde reside até hoje. Atualmente está cursando o 8° ano do Ensino Fundamental.Bruna sempre teve muito interesse e atração por livros, nas suas brincadeiras sempre gostava de inventar e contar histórias e esse desejo cresceu com ela.Darwin, um cãozinho mais que especial é a sua estréia literária.

Sinopse: Kate é uma menina que ganha um cachorrinho no qual coloca o nome de Darwin. Ela o treina para apresentações onde ele ganha várias medalhas. Tudo vai bem até o dia que ele desaparece, e Kate faz de tudo para reencontrá-lo.



Minibiografia: Célia é bancária aposentada e atualmente é proprietária da Editora Dialogar. Tem 4 livros publicados sozinha e 2 em parceria com o marido João Celino Veiga, além de poesias e crônicas publicadas em coletâneas e jornais.  É paranaense, de Ponta Grossa, mas reside em Joinville desde 1986. Graduada em Administração pela UFSC. É casada há 36 anos e tem 5 filhos.

Sinopse: Pedro criou-se no sitio e não teve oportunidade de estudar. Ao mudar-se para a cidade encontra dificuldades em encontrar emprego por não saber ler. Sua esposa fica sabendo que vai abrir um curso de alfabetização de adultos à noite. E agora, Pedro vai estudar ou não vai? A partir dessa pergunta o leitor escolhe a continuação, ao final de cada  capítulo, podendo chegar a 16 finais diferentes. Tanto Pedro poderá terminar em uma faculdade quanto poderá terminar analfabeto, tudo de acordo com a escolha ao final de cada capítulo.





“Sobre os Jardins” é um texto poético sobre a vida, baseado na metáfora dos jardins. O livro traz a riqueza de conteúdos emocionais, filosóficos e de valores humanos que se pode aprender em contato com os jardins e com as sabedorias neles enredadas.  No mundo de hoje, tão massificado pelo “imediatismo”, valores como paciência, espera e perseverança são algumas das sabedorias metaforicamente tecidas nas lições dos jardins que podem ser redescobertas nesta prática de observar profundamente. Mais que com olhos curiosos: Com o olhar sensível.

 “Sobre os Jardins” é indicado para publico juvenil e adulto.  Ricamente ilustrado a mão em técnica de pintura com tinta acrílica, as imagens convidam o leitor ao olhar contemplativo e silencioso que toda criança tem quando abre um livro de imagens. E, ao mesmo tempo, neste olhar atento, o convida a debruçar-se profundamente sobre esta leitura reflexiva.

As ilustrações tem inspiração nas plantas, insetos e flores da Mata Atlântica, como as borboletas azuis, as  bromélias e orquídeas, que são espécies nativas  cultivadas nos jardins de Joinville.
O livro teve seu evento oficial de lançamento em 2014 na Galeria de Artes Victor Kursansew. Além deste, outros lançamentos foram realizados na Livraria O Sebo, Biblioteca Publica Municipal Rolf Colin, 76ª Festa das Flores de Joinville, Livrarias Curitiba, além de outros eventos literários de divulgação e contrapartida social.  

Recentemente apresentado na 12ª Feira do Livro de Joinville  2015, “Sobre os Jardins” foi indicado pela professora  Taiza Rauen Moraes,    especialista do PROLER – Programa Nacional de Incentivo à Leitura,  como um dos 10 livros recomendados para leitura,  ao lado de renomados escritores nacionais, em matéria publicada no jornal “A Noticia”.

Biografias

Elizabeth Fontes é mineira de Leopoldina, radicada em Joinville desde 1999. Musicista, arte educadora, arte terapeuta e escritora. Sua carreira profissional sempre foi ligada á música e ás artes, tanto como professora quanto como concertista. Após longos anos dedicados profissionalmente ao exercício da música, iniciou a carreira literária na Colômbia onde publicou com outros autores em 2011, o livro “Guia prático de Bogotá” e em 2013, com parceria da ilustradora Maria Lucia Rodrigues, o livro “Historia de uma Aquarela” (Editora Panamericana), ambos publicados em Bogotá.  “Sobre os Jardins”, também com ilustrações de Maria Lucia Rodrigues, é seu o primeiro livro publicado no Brasil através da Editora da Univillle, projeto este aprovado pelo Edital do SIMDEC 2013 e com o apoio da Fundação Cultural de Joinville e Prefeitura de Joinville. Em abril de 2015, durante a Feira do Livro de Joinville,  lançou com os escritores catarinenses da Associação Confraria das Letras, sua ultima publicação,  a Antologia “Saganossa Outras Historias”.
Atualmente, a autora dedica-se musicalmente ao Compassolivre Conjunto de Flautas Doces de Joinville com quem vem se apresentando, além de dedicar-se a novos projetos literários. É membro da “Associação Confraria das Letras” de Joinville desde 2014 e recentemente ingressada na “Confraria do Escritor” de Joinville. 

Maria Lúcia Rodrigues é catarinense de Ituporanga. Ilustradora, artista visual e mestre em Patrimonio Cultural e Sociedade. Autora do livro “A Narrativa Visual na Literatura Infantil Brasileira”. Ilustradora da capa de três volumes da Coleção “Livro dos Livros - Resenhas do Prolij”. Ilustradora dos livros “Historia de uma Aquarela” e “Sobre os Jardins” da autora Elizabeth Fontes. É professora da Escolinha de Artes da Casa da Cultura Fausto Rocha Junior de Joinville e do Curso de Pós Graduação em Literatura e Contacao de Historias da FATUM, em Curitiba, PR.




Zaphir
A Guerra dos Magos

Um romance de aventura e fantasia que vai surpreender você.

O livro narra a história de dois adolescentes, Gabriela e Michel, às voltas com as dores do crescimento e as incertezas da vida, num mundo cheio de contradições e hostil para quem não se enquadra totalmente nos padrões de comportamento tido como “normal”.

Gabriela é uma menina diferente. Gosta de futebol, jogo de taco e uma boa briga. As meninas a detestam pelo pouco apreço que ela demonstra pelas referências mais comuns do universo feminino. Os garotos, por sua vez, não sabem como lidar com uma menina que age como um deles.

Michel é um nerd solitário e invisível para a maioria das pessoas, exceto para os valentões da escola, que se divertem infernizando sua vida. Os dois se encontram e uma bela amizade se inicia.

Então algo extraordinário acontece quando experimentam um estranho jogo de videogame. Como por encanto, eles se transpõem para outro mundo. Um lugar de magia, onde são pessoas diferentes, com habilidades sobre-humanas, e com possibilidade de viverem grandes aventuras.

Você voltaria para a vida anterior, opressiva, comum e sem graça? Esse é o maior dilema que se apresenta para eles, e o maior perigo que enfrentarão é o esquecimento de si mesmos no mundo real.

O livro já foi lançado em Araçatuba/SP, Birigui/SP, Urubici e Florianópolis.  Em 2015, haverá o lançamento em Criciúma e Tubarão, com o apoio de livrarias locais, além de Curitiba (ainda em negociação com uma rede de livrarias.

Sobre o autor:

Nascido no fim da década de 1950, na cidade de Tubarão, em SC, Gilmar Carlos Milezzi, pensava em ser escritor desde a infância. Por conta disso, mergulhava nos livros de Emílio Salgari, Julio Verne e Mark Twain, os quais ele lia com a vontade de quem queria aprender os segredos de uma boa narrativa.

De tanto viajar nas histórias de aventuras e fantasia, decidiu que um dia escreveria suas próprias histórias. Desse vago projeto, acalentado e empurrado com a barriga durante anos, surgiram algumas peças infantis e comédias, montadas pelo grupo GEMT de Laguna. Além de contos e crônicas, publicados em pequenos jornais e blogs ou simplesmente esquecidos numa gaveta. Esse material está disponível no blog do autor.  

O romance Zaphir significa a concretização do velho sonho de menino. O primeiro de uma série que ainda virá, assim ele espera.

Publicações do autor na internet:



Breve biografia da autora:
Giovanna Artigiani é terapeuta ocupacional e escritora. Paulista de nascimento e catarinense de coração, essa escritora escreve contos e tem recebido destaque e premiações em vários concursos literários do país. Nos últimos anos participou em várias antologias de contos.
Sinopse do livro:

Cauda de serpente, asas de dragão é um livro composto de dez contos e nove minicontos cujas histórias exploram o universo diário de crianças pequenas em suas relações com os diferentes adultos que, atualmente, desempenham o papel de cuidado como pais, tios, babás, professores e avós. Realidade e fantasia se misturam com sutileza nas ações diárias, as emoções afloram todo o tempo em tramas que envolvem o leitor, levando-o a identificar-se com os personagens. A convivência cotidiana entre as gerações é tratada como elo de fortalecimento dos laços familiares, onde as pequenas questões do dia a dia são valorizadas e ganham novos significados de forma contínua. Cada conto desse livro mostra como a convivência com crianças pequenas pode modificar a visão de mundo dos adultos. Cauda de serpente, asas de dragão é um livro para se ler em família, de forma compartilhada. 



FRITZ, UM SAPO NAS TERRAS DO PRÍNCIPE
Literatura infantil, Editora Letra D’água, Joinville, 2007.

Na Alemanha, em 1850, Fritz ouve comentários de que um grande navio está de partida para as terras do príncipe. Curioso e com mania de realeza, o sapo salta para o navio e encara mais de dois meses de viagem até Santa Catarina, para um local onde viria a ser chamado de Joinville um ano depois. Nas terras do príncipe, descobre que não é tão simples assim se tornar príncipe. Fritz vive uma série de aventuras e descobertas enquanto a cidade de Joinville é colonizada por imigrantes europeus.

UMA ÁRVORE QUE DÁ O QUE FALAR
Literatura infantojuvenil, Editora Letra D’Água, Joinville, 2013.

Arremedo é um vilarejo no sertão nordestino. Em Arremedo ninguém sabe ler, no entanto, há um velho, Seu Benedito, que tem mais de 500 livros em casa. Um dia, ele resolve por fogo nos livros. Mas um livro escapa das chamas. Benedito, decidido a exterminar toda literatura de sua casa, enterra o livro que não fora para a fogueira. No local nasce um arbusto cujos frutos são letras. Zuza, um garoto sabido, será o único a entender o significado daquilo. Chamado de louco por muitos, ele vai lutar até o fim contra o nada ler de Arremedo.

O VENTO QUE ME VOA
Literatura infantil, Edição do autor, Joinville, 2014

Rico é um papagaio da asa quebrada e que vive preso em uma gaiola. Mas quando bate o vento, Rico solta sua imaginação e voa pela cidade.

PRIMEIROS CONTOS
Coletânea, Editora Areia, Joinville, 2014

Humor, suspense e muita emoção estão reunidos em Primeiros Contos, que reúne 45 contos de estudantes da rede municipal de Joinville. Após oficina ministrada pelo escritor Jura Arruda, os alunos produziram seus textos que foram ilustrados por alunos de cursos de artes da cidade.





NÃO BASTA VIVER – um livro de crônicas escolhidas dentre as mais aceitas e comentadas no blog “Simplesmente Maria” no ano que passou.

ABRACADABRA – 3 contos para crianças pequenas, bem ilustrados e com enredo interessante.

ELEMENTAR SENHOR CUPIM – um conto para crianças um pouco maiores, com nomes dos clássicos da Literatura Brasileira.

Maria Luiza Vargas Ramos é professora e escritora, mora em Florianópolis-SC, mas nasceu em Alegrete-RS. Tem Doutorado na área de Letras – Literatura Brasileira, tem oito livros de publicados, sendo quatro de crônicas, um de contos e três de contos infantis, além da participação em dezenas de Antologias. Escreve regularmente no blog “Simplesmente Maria”.  http://cinquentinhas.blogspot.com


Marisa Toledo
http://marisatoledo.blogspot.com.br

É pianista diplomada pelo Conservatório de Música Profª Vany Knoll com aperfeiçoamento (1992), graduada em Pedagogia pela ACE, Joinville/SC (1999), com especialização em Música Popular Brasileira pela FAP/PR (2005-2006).

Representante brasileira no Encontro Internacional de Músicos em Langenhagen , em 1989. Professora de piano no Conservatório de Música Profª Vany Knoll (1990-1995), professora de piano, teoria musical e musicalização infantil na Arte Maior Centro de Educação Musical (1991-1999), pianista da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil (2000-2003), diretora e professora do Art & Som – Centro Livre de Artes Integradas (2004), pianista acompanhadora do Coral Universitário da ACE – Associação Catarinense de Ensino (2005-2009) e coordenadora da Escola de Música Villa-Lobos de 2009 a 2011 (da Casa da Cultura de Joinville). Trabalhou como pianista co-repetidora para cantores líricos e corais diversos (1995 a 2009) e como pianista e vocalista do AQUELETRIO – Música Instrumental (2005-2007), com o qual fez shows em São Bento do Sul, Curitiba e Joinville, incluindo a abertura do Joinville Jazz Festival de 2007. Participou da gravação do CD Contos em Cantos (AnaPaula da Silva/Humberto Soares - 2008) e Acústico 89 (Rádio 89 FM de São Bento do Sul/SC -
2008), além do CD Sonoridades Doces Para Sensibilidades Tranquilas , do Compassolivre (2005).

Tem vários projetos aprovados pelo SIMDEC-Joinville (Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura), como musicista, transcritora de partituras e agente cultural (desde 2008), entre eles merecem destaque: Songbook Crioula – Ana Paula da Silva, Compassolivre Leve e Solto nas Escolas, Compassolivre À Luz de Velas, CD Soprando Baixo, Acústico no Museu (1ª e 2ª edição) e Sarau nas Escolas.

Recentemente lançou o livro Palavra Presa na Garganta, com patrocínio do SIMDEC.

Atualmente é professora da Escola de Música Villa-Lobos (Joinville/SC), pianista do
Coral AML e pianista dos Saraus Brasileiros (http://sarausbrasileiros.blogspot.com.br/).

SINOPSE

O livro, Palavra presa na garganta, resultado de uma monografia acadêmica, apresenta um consistente trabalho de pesquisa rememorando os difíceis tempos da ditadura militar, e especialmente o impacto de um regime de governo amedrontado sobre a poética de um expoente cancionista brasileiro. O comentário desse medo, traduzido sob uma máscara de força e de poder, é o
comentário da estratégia da censura e do sequestro dos direitos civis. Nesse ambiente crítico, a obra poética de Chico Buarque de Hollanda é retomada e sublinhada em seu poder de relato e posicionamento político.

A canção popular urbana vive um momento estarrecedor quando encontra seu próprio florescimento e amadurecimento durante um período de nítida contração de recursos expressivos. Nesse panorama, a obra de Chico Buarque é tratada pela autora como um exemplo de superação e resistência. Revisado com liberdade poética pelo escritor joinvilense Jura Arruda, o livro também busca definir um inter-relacionamento, demonstrando a fragilidade do regime ditatorial, em seus sucessivos assaltos e sequestros, diante do poder da palavra, especialmente da palavra cantada.

A maneira como a repressão foi desarmada pela tênue e constante resistência, a maneira como toda a resistência foi alimentada pela sensível reação à covardia, a maneira como resistir foi continuar cantando e estabelecendo um estranho diálogo entre a poesia e a força bruta, é o que o leitor encontrará ao longo desse livro, exemplificado e comentado nas canções e textos de Chico Buarque.


Duda de Yorkshore

O projeto literário desenvolvido ao longo dos últimos cinco anos foi inspirado por Duda ,uma cachorrinha yorskshire muito especial que conviveu com a autora e sua família durante dez anos e após brava luta contra uma doença terminal , faleceu em paz no seu lar, rodeada de sua família no dia 26 de janeiro de 2013..A melhor maneira que a autora achou para homenageá-la foi dedicando-lhe uma trilogia e transformando-a em uma personagem para que ficasse eternizada em uma linda história que todos pudessem ler por muitos e muitos anos.

A história

Quando Duda, uma yorkshire da realeza, se encontra com Melsom, um vira-latas mudo, e se juntam a Kel, uma “patricinha” maltesa, surge uma historia de amizade e aventuras únicas.
A tudo isso se somam um tio que pensa que vive na Idade Media, um fotografo filantropo, um pai ausente e uma governanta dedicada. Para completar a trama, aparece Sulli, um plebeu pretendente a namorado, que não desiste nunca.

A trilogia

“Duda de Yorkshore” é o primeiro livro da trilogia, que terá sequência com os livros “Duda de Yorkshore em família” e “Duda, de volta ao Reino de Yorkshore” que serão lançados nos próximos anos. O segundo livro tem lançamento previsto para Agosto/2015.
Contato com a autora e pedidos pelo e-mail :dudadeyorkshore@gmail.com
Curta a página de Duda no Facebook: http://www.facebook.com/dudadeyorkshore

A autora

Marisa B Krás Borges nasceu em Montevidéu, Uruguai e mora no Brasil desde o ano 1978. Administradora de empresas, gestora ambiental, jornalista e escritora, mora em Porto Alegre ,com o seu marido Jaime e seus dois filhos Adrian e Karen , e dedica-se ao jornalismo de turismo desde o ano 2007. Atualmente exerce o cargo de Diretora de Redação no Jornal Sierramar – Turismo no Mercosul . Website: http://www.sierramar.com.br



MARTA  ELIANE  SANTOS  DE  CARVALHO
Nasceu em Florianópolis e cresceu no bairro Estreito, próximo ao Exército, onde seu pai militar trabalhava. Devido às várias mudanças, a família conheceu alguns estados.   Nos últimos anos residiu em Belo Horizonte-MG, onde fez sua formação acadêmica e profissional em Psicologia com especialização na área escolar pela PUC Minas. Como educadora, da interação com o universo infanto-juvenil, desenvolveu grande gosto pela literatura e inspiração para escrever para os pequenos leitores. De volta a Floripa,  publicou em 2010, o livro infanto-juvenil, Gato & Sapato. Participa da ACPCC, como poetisa, contista, tem vários poemas e contos, alguns já publicados na Antologia Poética da associação.

Gato & Sapato

Sinopse: O livro infanto-juvenil, conta a história de um gato peralta que mora com a vovó e o vovô. Ele já acorda "aprontando" e se aventura em várias situações do cotidiano, foge e depois aparece acompanhado de uma gata e mais sete gatinhos. Procura brincar com a imaginação do pequeno leitor, utilizando-se também da musicalidade da rima, incentivando a leitura.





Release do livro

Essa obra, que levou sete anos para ser concluída, traz um teste que o ajudará a identificar qual é o seu dom, como ele se aplica e qual é a sua função no serviço do corpo de Cristo. Ela pode ser usada em escolas dominicais, células ou em estudo individual, pois tem um embasamento bíblico expositivo com várias referências. Leitura indispensável para aqueles que querem conhecer mais a Palavra de Deus.


O livro Um presente de Deus para você, expõe os dons espirituais de uma maneira expositiva e de fácil entendimento. Nele você aprenderá o que são os dons, qual é a finalidade de cada um e quais os perigos que podem apresentar quando não são bem interpretados e aplicados. Deus nos deu os dons espirituais para usarmos na Igreja com o objetivo de engrandecer e dinamizar a boa obra do evangelho, em que Cristo é o cabeça e nós os membros. Assim como em um corpo cada membro tem a sua função, Deus designou cada um de nós para uma tarefa específica na Igreja.





Sinopse: O livro "Campinas Poéticas" é um livro de poemas, que fala do amor, da amizade, das questões sociais e da relação do ser humano com a natureza.

Minibiografia: Susana Zilli de Mello nasceu em Florianópolis/SC, em 17 de agosto de 1960. Militar da reserva da PMSC, é graduada em Pedagogia - Orientação Educacional, pela UDESC, Florianópolis/SC e pós-graduada em Pedagogia Terapêutica, pela Faculdade Tuiuti, Curitiba/PR. Membro da Associação dos Cronistas, Poetas e Contistas Catarinenses e da Academia Alcantarense de Letras de São Pedro de Alcântara. 


A Dança do Boi
Maria Helena Valentim Gomes

Sinopse
Juca, uma criança com nove anos de idade, faz uma travessura, resolve participar da dança do boi sem a autorização da sua mãe.  Ambos são envolvidos em uma aventura colorida e com muito balanço. Essa história é um resgate no imaginário do folclore da Ilha de Santa Catarina, o Boi de Mamão.

Minibiografia
Maria Helena Valentim Gomes (1938 – 2013)

Nasceu no Rio de Janeiro e, com um ano de idade, acompanhou sua família que retornava à Florianópolis, cidade onde a autora morou até os 33 anos, quando mudou para a vizinha São José.  Aos 47 anos iniciou carreira de artista plástica produzindo esculturas e artesanatos modelados em argila e pinturas em giz pastel e em tinta acrílica. Caramujos, conchas, as figuras do boi de mamão, bruxas, bilros e rendas, são os temas recorrentes em suas obras que remetem à cultura do “manezinho da ilha”. Aos 73 anos, em seu último ano de vida, escreveu a história infantil A Dança do Boi, mais uma homenagem à cultura que tanto amava.


DE PIRATAS E PÉROLAS - ROMANCE- SUSPENSE, DRAMA E AVENTURA

A palavra "pirataria" costumava carregar consigo algum romantismo. Talvez mais por influência dos carismáticos anti-heróis da literatura e do cinema do que pelos bandidos nefastos que os inspiraram.

No tempo em que vivemos, a palavra ora toma a forma desses piratas de um passado tão longínquo que talvez nunca tenha existido se não em estórias imaginadas, ora se disfarça de notícias reais, sobre desespero social e crimes marítimos.

Quando a palavra "pirata" começou a aparecer com mais frequência na vida daquela menina, já era tarde demais. Depois que a jovem Ana conhece a velha Ana, nada mais será como antes.



Em "De Piratas e Pérolas", Viviane De Gil mescla os dois sentidos da palavra "pirataria", o romântico e o criminoso, transformando as dezenas de praias de Florianópolis num cenário de aventuras, crimes, segredos, e por que não, de pérolas perdidas, que unidas, formam um colar. 

VIVIANE DE GIL nasceu em 1963 em Porto Alegre. Tem formação em Jornalismo e letras. É Doutora em teoria da Literatura (PUCRS). Estreou como escritora em 1995 e tem onove livros publicados.  Desenvolve um trabalho comunitário através de múltiplas formas de incentivo à leitura, realiza oficinas de escrita criativa e palestras com seus livros em diversas escolas. Criou em 2009 a editora Vivilendo, na qual edita seus livros e também de vários outros autores, sendo que sua mais importante missão é o incentivo à leitura e aos novos escritores.




Nenhum comentário:

Postar um comentário